'BICICLETAS VOADORAS'

 

Um pouco da

 

HISTÓRIA

 

 

 

As 'Bicicletas Voadoras' é uma companhia teatral resiliente. Criada na metade dos anos 1980, sua primeira fase se estende até 1990 (1990 - 'Olhos de Lua sobre o Mar/ 1988- 'O Supermacho' de Alfred jarry / 1987- 'Para Acabar de Vez com seu Juízo' de Antonin Artaud / 1986 - 'Vagos, viagens e encontros' de Tom Wil).

 

 

 

​​

 

Desde então a Cia vem criando peças, desenvolvendo projetos de arte educação para escolas, empresas, e além de fomentar um espaço cultural na zona oeste de São Paulo, em parceria com a 'Casa 360'.

A sua segunda fase se inicia em 1995 e vai até o final dos anos 1990, com projetos mais ligados a arte educação. Nessa época divide com outras companhias a ocupação do teatro da Aliança Francesa- Butantã (1995/96).

A terceira fase inicia-se nos anos 2000 com a montagem da peça 'Águas de Lixo'; um projeto que desencadeou a realização das 'Oficinas de Criação na Ilha do Bororé', um projeto de arte no bairro do Grajaú, que durante cinco anos conseguimos investimento  e oferecemos as oficinas de arte para crianças e adolescentes gratuitamente. Ao final do projeto houve uma montagem teatral chamada 'O perverso', que rodou os CEU's e a antiga FEBEM.

Esse projeto foi um dos escolhidos para o livro de Gilberto Dimenstein 'Heróis Invisíveis'.              

 

 

 

 

 

Entre 2006 e 2008 aconteceu a montagem 'A Fome do Mundo', com apresentação na 'Casa de Francisca'.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

De 2010 à 2017 dedicação ao trabalho do teatro para crianças.

'Histórias de Liquidificador' é o espetáculo criado pela Cia, que consiste na improvisação de uma narrativa de história, cujos elementos para a tal narrativa é dado pelo público.

 

 

 

 

 

 

Este ano o nosso projeto é a peça 'CURA-ME'

Uma parceria criadora entre a música de Pedro Destro, o texto de Tom Wil e as performances de Claudia Piassi.

'ÁGUAS DE LIXO' - 2002/05

Histórias de Liquidificador